Fonte: Idolator
Tradução e adaptação: Equipe Portal Demi

Gostei muito do documentário!
Oh, legal. Muito obrigada.

O documentário da estrela do pop está apresentando algo com vida. Por que eles [documentários] se tornaram tão populares de repentes?
Não sei por que se tornou-se tão popular. Sabe, acho que talvez seja devido aos novos canais do YouTube que estão saindo, como o YouTube Red e a Netflix e todas as outras pessoas que estão lançando e sendo vulnerável com eles.

Também é poderoso apresentar sua história sem um homem no meio?
Sim, é muito empolgante e libertador. Eu acho que é importante que um artista compartilhe o que eles realmente estão pensando e como eles realmente se sentem e se expressam através de seus próprios caminhos. Que se trate de música ou de documentários, ao invés de entrevistas porque as pessoas às vezes tem intenções entradas e muitas vezes só querem manchetes, enquanto com isso você pode trazê-los para perto de você com você no controle.

Quando surgiu a idéia de gravar um documentário?
A primeira vez que eu pensei em fazer um documentário… bem, alguém veio até mim e me ofereceu a ideia do documentário e senti que seria uma ótima experiência e uma ótima oportunidade para compartilhar minha vida e minha nova música com meus fãs.

Em algum momento você hesitou em ser tão honesta?
Não houve hesitação. Eu me senti muito confortável em frente as câmeras e eu sou muito aberta de qualquer maneira. Eu sinto que não foi tão longe do que eu já estava fazendo.

Alguma coisa passou dos limites?
Bem, seu isso tivesse acontecido eu não diria [Risos].

Justo! Você está orgulhosa de que o documentário tenha iniciado uma discussão sobre doenças mentais e abuso de substâncias?
Sim, definitivamente. Eu sinto que tem sido algo que não foi falado, porque eu sei que há muitas pessoas com doenças mentais ou simplesmente precisam de alguém para falar sobre saúde mental do jeito que eu faria. Eu me considero um modelos e não é uma fardo de qualquer forma. Não é uma obrigação. É algo que eu sou responsável, ou eu tomo de forma responsável, tenho orgulho em fazê-lo.

Você revelou que estava sobre uso de substâncias durante seu documentário, “Staying Strong”. Como essa experiência foi diferente?
É ótimo antes de tudo, fazer um documentário sobria! Parece ótimo ser completamente transparente e honesta com meus fãs de uma maneira que nunca fui antes. Sim, neste momento da minha vida, sou capaz de compartilhar minha música com meus fãs e acho que é um tempo perfeito com todo é o lançamento do álbum e do single. As estrelas se alinharam com esse projeto.

Adorei ver o álbum se encaixar. Você teve um ideia firme de como soaria o álbum quando você começou a gravar?
Sim! Eu tive uma boa idéia de como queira que esse álbum ficasse. Eu queria algo que fosse com alma, que fosse cru, que fosse honesto, eu queria ter mais R&B dessa vez.

A recepção foi incrível! Você sabia que estava interessada em algo em especial?
Eu sabia que estava em algo que era especial porque eu me esforcei tanto e coloquei tanto tempo nele. Coloquei cerca de um ano e meio, o que é o tempo mais longo que demorei para fazer um álbum. Quando você coloca esse tudo de tempo e esforço em algo, ele com certeza irá ficar bom e então eu estava esperando que as pessoas tivessem a mesma reação de quando eu fiz as músicas. Eu acho que estou muito do que criei.

Você pode falar sobre o próximo single?
Isso é algo que ainda está sob segredo.

Todos ficaram um pouco animados com o lyric video de “Hitchhiker”. Isso é apenas algo aleatório?
Na verdade, não sei se é um vídeo oficial. Se for, eu não sei sobre isso.

Isso é engraçado. Você realmente tweetou sobre trabalhar com um colaborador dos sonhos. Como é trabalhar com alguém que você admira há tanto tempo?
É inexplicável, algo que eu tenho experimentado ao longo dos últimos anos, podendo trabalhar ou me comunicar com artistas que cresci ouvindo. Eu colaborei com um artistas há alguns dias atrás e foi um sonho se tornando realidade para poder trabalhar em um projeto com alguém que eu cresci cantando e continuo vendo como um ídolo atualmente.

Existe algum tipo de nervoso quando você trabalha com alguém assim?
Há definitivamente nervosos. Você quer fazer o seu melhor e às vezes há nervosos mesmo, quando você os encontra. Eu não conhecia essa pessoa, mas espero que, obviamente, eu possa encontrá-la no futuro.

Estou obcecado com “Ruin The Friendship”. Será lançado como single em algum momento?
Talvez eu a cante ao vivo. É uma música na qual eu me divirto cantando, então devo cantá-la ao vivo. Eu não sei se será single. Mas obrigada por dizer isso.

É tão boa!
Oh, obrigado.

Porque você decidiu lançar o álbum em uma semana tão disputada? Parece que você sacrificou um estreia em #1!
Quero dizer, obviamente você quer que um álbum se saia bem, mas, na maioria das vezes, eu sabia que o album nao seria #1 por causa da competição na qual meu álbum estava. E minha equipe disse: “Você pode lançar antes do prazo do Grammy e perder o número #1, ou, possivelmente, passar o lançamento para uma semana diferente quando não haverão tantos concorrentes e perder o prazo para o Grammy”.

Qual é a música mais desafiadora do álbum?
“You Do not Do It For Me Anymore” é uma música muito desafiadora e não sei como vai soar depois de cantar outras toneladas de músicas antes em um show, mas vamos ver como isso acontece.

Tenho certeza que você vai matar. Falando em apresentação ao vivo, vamos, ter as datas da turnê em breve?
Parece que muito, muito em breve.

Muito obrigado. Foi ótimo conversar com você.
Obrigada. Você também!